Confrontando as “70 razões para se guardar o sábado”

0
411

Para ficar claro para o leitor, todo o conteúdo pontuado foi extraído do site:https://setimodia.wordpress.com/2011/08/17/70-razoes-para-se-guardar-o-sabado/, porém, as respostas abaixo de cada tópico são nossas. Para ler o estudo completo, clique aqui. Vamos as “razões”:

  1. Porque foi escrito pelo próprio dedo de Deus. Gênesis 31:18

RespostaNão foi clara tal referência. O texto em questão não tem nada a ver com guardar o sábado.

e conduziu todo o seu rebanho, junto com todos os bens que havia acumulado em Padã-Arã, para ir à terra de Canaã, à casa de seu pai, Isaque.” Gên. 31.18

  1. Porque o Sábado foi abençoado por Deus. Gênesis 2:3 (+ descanso e
    santificação)

Resposta: O verbo hebraico neste texto é claro e significa literalmente “cessar” ou “terminar” , do qual se origina o termo shabbat, cujo a tradução em português é “sábado” ou “dia de descanso” que é condizente com a satisfação de Deus diante do que Ele havia realizado como se constata em 1.31 de Gênesis: “ E viu Deus tudo quanto tinha feito, e viu que era bom…”

Por outro lado, o testemunho de Jesus a respeito da obra (trabalho) divina, deixa claro que não seria possível um Ser espiritual, isento das fragilidades carnais e humanas, necessitarem de descanso ou repouso físico. Veja Jo. 5.17

Disse-lhes Jesus: “Meu Pai continua trabalhando até hoje, e eu também estou trabalhando“.

  1. Porque todas as coisas foram feitas por Deus. João 1:3

RespostaNão foi clara tal referência. O texto em questão não tem nada a ver com guardar o sábado.

Todas as coisas foram feitas por intermédio dele; sem ele, nada do que existe teria sido feito” Jo.1.3.

  1. O Sábado foi feito por causa do homem e não o homem por causa do
    Sábado. Marcos 2:27

RespostaComo Senhor do sábado, Jesus defendeu seus discípulos quando acusados de estarem transgredindo este dia por colherem espigas. E como Jesus fez isso? Apontou o exemplo de Davi que comeu os pães da proposição, quando não era permitido comer (I Samuel 21.6)

Então, o sacerdote lhe deu os pães consagrados, visto que não havia outro além do pão da Presença, que era retirado de diante do Senhor e substituído por pão quente no dia em que era tirado”.

Partindo da idéia da IASD sobre lei moral e cerimonial, e se a observância do sábado fosse uma regra moral, os fariseus poderiam ter retrucado que Davi havia transgredido um preceito cerimonial ou ritual da lei, e que os discípulos estavam seguindo outro caminho. No entanto, Jesus acrescentou: “Ou não tendes lido na lei que, aos sábados, os sacerdotes no templo violam o sábado e ficam sem culpa”. (Mat. 12.5)

  1. Porque Deus determinou que nos lembrássemos do Sábado para
    santificá-lo. Êxodo 20:8-10

Resposta: O uso do verbo lembra-te (8) insinua que é fácil negligenciar o dia santo de Deus. Tinha de ser mantido em ininterrupta consciência e santificado, ou seja, “retirado do emprego comum e dedicado a Deus” (ATA). Todo o trabalho comum seria feito em seis dias (9), ao passo que o sétimo dia é o sábado do SENHOR, teu Deus (10). Era um dia dedicado, separado, a ser dado inteiramente a Deus.

Ninguém deveria trabalhar neste sétimo dia. O senhor não deveria fazer seus servos trabalharem. Até os animais tinham de descansar do trabalho cotidiano. Havia proibições específicas, como a ordem de não colher maná (16.26), não acender fogo (35.3), não apanhar lenha (Nm 15.32-36). Embora o foco seja negativo, a lei permitia o trabalho necessário, como o trabalho de sacerdotes e levitas no Templo, o atendimento a doentes e o salvamento de animais (cf. Mt 12.5,11).

  1. Porque o Sábado é o sinal do poder criador de Deus. Êxodo 20:11

Resposta: A razão para observar o sábado é que Deus fez a terra em seis dias e ao sétimo dia descansou; portanto, abençoou o SENHOR o dia do sábado e o santificou (111. As Escrituras não fazem uma lista de coisas que se deve fazer no sábado. A inferência inequívoca é que o dia é de descanso e adoração. As ocupações seculares e materialistas devem ser substituídas por atividades espirituais. Cristo condenou o legalismo que deu ao dia a forma severa e insensível, embora não tenha anulado a sacralidade do dia. Foi ordenado para o bem do homem (Mc 2.23-28).
A observância do dia do Senhor (domingo) como o sábado cristão preserva o princí­- pio moral que há neste mandamento. A mudança do sábado judaico para o sábado cristão foi feita gradualmente sem perder necessariamente o propósito de Deus para este dia santo.26 Notamos que os versículos 9 e 10 não especificam o sábado nem “o sétimo dia da semana” como o dia do descanso sabático. A letra do mandamento é cumprida pela observação do dia seguinte aos seis dias de trabalho, como faz o cristão

  1. Porque o Sábado já existia antes das leis serem dadas no Monte Sinai. Êxodo 16:4, 22, 23, 27-29

Resposta: Em Êxodo 15.25, lê-se que Deus “… lhes deu estatutos e uma ordenação, e ali [no deserto] os provou*. Logo, o sábado foi ordenado no deserto, depois da saída dos filhos de Israel do Egito, e não antes. Os cristãos. segundo o testemunho claro do Novo Testamento, estão livres da observância do sábado (Cl 2.16,17).
De fato, a tentativa de reconciliação com Deus por meio de obras implica a nulidade da obra de Cristo e a obrigatoriedade de se guardar toda a lei (Gl 5.2,3). Assim, aqueles que consideram ser importante guardar o sábado devem julgar se estão fazendo isso da maneira que a lei no Antigo Testamento prescrevia: não sair de casa no sábado (16.29); não ferver ou assar comida (16.23); guardar o sábado dentro de casa (16.29); não acender fogo (35.3); não fazer viagens (Ne 10.31); não carregar peso (Jr 17.21); não fazer transações comerciais (Am 8.5); etc.
Os defensores da observância do sábado, como um procedimento necessário para a salvação, Ignoram os ensinos do Novo Testamento a respeito desse dia (Mt 12.1-13; At 15.1,10; Cl 2.16,17). Em verdade, estão colocando sua esperança em suas próprias obras e não na obra redentora de Cristo (Rm 3.28; Gl 2.16; Gl 3.10,11). Estão ensinando a outros o que eles mesmos não praticam (Mt 23.15; At 15.1,10; Rm 2.21). E, por conta disso, tornam-se culpados da própria lei, pois não a cumprem integralmente, atraindo sobre si mesmos a maldição da lei (Dt 27.11—28.1-68; Js 24.19,20; Gl 5.1-5; Tg 1.23; 2.10).

  1. Porque o nome do Senhor permanece para sempre. Salmos 135:13

RespostaNão foi clara tal referência. O texto em questão não tem nada a ver com guardar o sábado.

“0 teu nome, ó Senhor, dura perpetuam ente, e a tua memória, ó Senhor, de geração em geração”. 

  1. Porque a obra da criação deverá para sempre ser lembrada. Salmos 111:2-4

RespostaNão foi clara tal referência. O texto em questão não tem nada a ver com guardar o sábado.

Grandes são as obras do Senhor, procuradas por todos os que nelas tomam prazer. A sua obra tem glória e majestade, e a sua justiça permanece para sempre. Fez com que as suas maravilhas fossem lembradas; piedoso e misericordioso é o Senhor

  1. Porque o Sábado é um sinal entre Deus e o homem. Ezequiel 20:12, 20

Resposta: Veja o comentário do item 11 

  1. O Sábado será um sinal para sempre. Êxodo 31:17

RespostaOs ASD afirmam que esta referência comprova que a guarda do sábado é obrigatória por causa da expressão “para sempre”, para a qual dão a seguinte interpretação: “de duração permanente”.

Há outros textos na Bíblia que falam de “preceitos perpétuos” ou “para sempre” e não são considerados “de duração permanente” pelos próprios sabatistas. Segundo a Bíblia, são preceitos perpétuos: a circuncisão (Gn. 17.7,13), a unção dos sacerdotes (40.15) e a celebração da Páscoa (12.14). Por que só vêem no sábado um preceito perpétuo? 

  1. Porque até os remidos lembrarão o divino poder Criador. Apocalipse 4:11

Resposta: Não foi clara tal referência. O texto em questão não tem nada a ver com guardar o sábado.

 “Digno és, Senhor, de receber glória, e honra, e poder; porque tu criaste todas as coisas, e por tua vontade são e foram criadas”. 

  1. Porque na nova terra iremos adorar a Deus todos os dias especialmente no Sábado. Isaías 66:22-23

RespostaSe o sábado estará em vigor na nova terra, também estará em vigor a lua nova, pois o que se fala do sábado também é falado da lua nova. Os adventistas não guardam a lua nova. Se alguém dissesse que iria visitar sua noiva de sábado a sábado, isto implicaria diariamente e não apenas no dia de sábado. Logo, a interpretação correta é que, no futuro, não iremos adorar a Deus em épocas especiais (apenas nos sábados ou na festividade da lua nova), mas permanentemente, sem interrupção. 

  1. Porque Deus deve ser verdadeiramente adorado. João 4:16

Resposta: Não foi clara tal referência. O texto em questão não tem nada a ver com a obrigatoriedade de guardar o sábado nos nossos dias.

Disse-lhe Jesus: Vai, chama o teu marido, e vem cá

  1. Porque Jesus deu o exemplo de observância do Sábado. Lucas 4:16 (na igreja); Gênesis 2:3 (descanso) 

Resposta: Assunto já bem exposto nos tópicos deste documento

  1. Jesus fazia atos de misericórdia no Sábado. Mateus 12:12

Resposta: Leia o item 18 logo abaixo.

  1. Porque o dia da preparação seria no sexto dia. Lucas 23:54; Êxodo 16:22,23 

Resposta: Sim, naquela época, após o mandamento de Deus no deserto, a preparação era no sexto dia, obvioMas o que isto tem a ver com guardar o sábado em nossos dias?

  1. Porque o filho do homem é Senhor até do Sábado. Mateus 12:8

RespostaObviamente os IASD estão usando este versículo isoladamente ao interpretar que a expressão usada por Jesus: “Porque o Filho do homem até do sábado é Senhor“, implica em que todos devem guardar o sábado.
Como Senhor do sábado, Jesus defendeu seus discípulos quando acusados de estarem transgredindo esse dia por colherem espigas. E como fez isso? Apontando o exemplo de Davi, que comeu os pães da proposição, quando não era permitido comer (1 Sm 21.6). Partindo da idéia da teoria adventista das duas leis (moral e cerimonial), se a observância do sábado fosse uma regra moral, os fariseus poderiam ter retrucado que Davi havia transgredido um preceito cerimonial ou ritual da lei, e que os discípulos estavam seguindo outro caminho. No entanto, Jesus acrescentou: “Ou não tendes lido na lei que, aos sábados, os sacerdotes no templo violam o sábado, e ficam sem culpa?” (v. 5. V. comentário de Êx 20.8).

  1. É lícito fazer o bem no sábado. Lucas 6:9 

Resposta: O versículo esta sendo avaliado isoladamente. Não há nada aqui que sustente uma obrigatoriedade de guarda de sábado.

  1. Jesus fazia milagres no sábado. João 9:16

Resposta: Graças a Deus que Ele fazia milagres no sábadoMais isso significa que tenho a obrigatoriedade de guardar o sábado?

  1. 21.Porque o Sábado é o dia que antecede imediatamente ao primeiro dia da semana logo ele é o sétimo dia. Mateus 28:1; Êxodo 20:10

Resposta: Não foi clara tal referência. O texto em questão não tem nada a ver com a obrigatoriedade de guardar o sábado nos nossos dias.

  1. Os seguidores de Cristo repousaram no Sábado depois da crucificação. Lucas 23:56

Resposta: Não foi clara tal referência. O texto em questão não tem nada a ver com a obrigatoriedade de guardar o sábado nos nossos dias.

  1. Paulo e Barnabé foram à sinagoga no dia de Sábado. Atos 13:14

Resposta: É preciso entender que o «= apóstolo Paulo foi criado em todas as observâncias da lei (22.3). E o grande desejo do seu coração era ganhar os judeus para Jesus (Rm 9.3,4; 1 Co 9.20-23). E, com esse alvo. ganhar os judeus para Cristo, Paulo circuncidou Timóteo, que era judeu, pois sua mãe era judia (16.3), diferente de Tito, que era grego e não se circundou (Gl 2.3). Assim, Paulo evitou causar um escândalo, uma vez que Timóteo estava socialmente comprometido com a lei e Tito, não. Embora 1 Coríntios 7.19 seja um texto que afirme que a circuncisão é sem valor para o cristão, Paulo, porém, observou a festa de Pentecostes (20.16), raspou a cabeça (18.18) e fez ofertas da lei (21.20,26). No entanto, afirmou que o sábado semanal foi abolido na cruz (Cl 2.16). Paulo, na verdade, entrava nas sinagogas aos sábados para pregar o evangelho aos judeus, porque era somente nesse dia que os encontrava reunidos, quando, então, podiam ouvir sua pregação.

  1. Os judeus e gentios reuniam-se na sinagoga nos dias de Sábado. Atos 13:42

Resposta: Leia item 23

  1. O Sábado é o dia de oração. Atos 16:13

Resposta: Dia de oração é todo dia. Isto é uma obrigação do cristão. Portanto, dizer que tenho que guardar o sábado só porque se orava naquela época, é de tamanha infantilidade espiritual.  Já dizia o escritor aos Hebreus:

“Ora, todo aquele que se alimenta de leite é inexperiente na palavra da justiça, porque é criança. Mas o alimento sólido é para os adultos, para aqueles que, pela prática, têm as suas faculdades exercitadas para discernir não somente o bem, mas também o mal.”  Hb 5.13.14

  1. São João foi arrebatado em espírito no dia do Senhor. Apocalipse 1:10

Resposta: Essa afirmação é especulativa e sem base bíblica. Encontramos a expressão “dia do Senhor”, traduzida por domingo em algumas traduções das quais os próprios adventistas se servem: “Um dia de domingo, fui arrebatado em espírito’ (Bíblia Sagrada, tradução de Matos Soares). ‘ Eu fui arrebatado em espírito em um dia de domingo” (Bíblia Sagrada, tradução, Antônio Pereira de Figueiredo) “Num domingo, caindo em êxtase, ouvi atrás de mim uma voz forte’ (Bíblia. Edições Paullnas). O Salmo 118.24 declara: “Este é o dia que fez o Senhor; regozijemo-nos, e alegremo-nos nele”. O cristão tem liberdade para adorar a Deus diariamente, não faz diferença de um dia em detrimento de outro.

  1. Não podemos desviar-nos do Sábado. Isaías 58:13

“Se desviares o teu pé do sábado, de fazeres a tua vontade no m eu santo dia, e chamares ao sábado deleitoso, e o santo dia do Senhor, digno de honra, e o honrares não seguindo os teus caminhos, nem pretendendo fazer a tua própria vontade, nem falares as tuas próprias palavras”
Resposta: Aqui esta se tratando do cumprimento de uma lei que foi dada por Deus. Nada que demonstre ou prove que devamos seguir esta lei nos nossos dias.

  1. Cristo não veio destruir a lei. Mateus 5:17

Resposta: O texto em estudo nos mostra que Jesus não citou apenas os mandamentos do decálogo. Antes, referia-se a três deles, somente. A saber: versículos 21,27 e 33. Os demais mandamentos não fazem parte do decálogo. No versículo 38, Jesus trata da questão do “olho por olho”, assunto que pode ser visto também em Levítico 24.20. No versículo 43, Cristo fala a respeito do amor ao próximo, o que também pode ser constatado em Levítico 19.18. Ao abordar sobre a lei, Jesus falava dos cinco livros de Moisés, ou seja, do Pentateuco (7.12; 11.13; 22.40; Lc 16.16, 29,31). Jesus veio cumprir a lei (Gl 4.4,5; Lc 24.44) e tomou-se o fim dela (Rm 10.4). Logo, a lei já passou. (V. comentário de Êx 20.8).

  1. Porque a lei é eterna. Mateus 5:18

Resposta: É erro grave propagar a promessa de uma salvação universal, na qual não haverá julgamento e todos, indistintamente, serão redimidos. “Jesus, em Mateus 24.35, descarta a tese universalista, sacramentando a eternidade de sua Palavra, a qual, segundo o texto, ‘ não passará”, isto é, durará para sempre. O versículo em análise, ao destacar a insignificância dos tipos gregos citados: iota (j) e keraia ( ), mostra que Cristo desejava explicar que todas as coisas que disse, inclusive as menores, haveriam de se cumprir, o que, em paralelo a Mateus 24.35, desbanca a tese universalista. Ora, se Deus não tivesse o propósito de fazer valer sua Palavra, não teria criado um lugar com o objetivo de arremessar nele aqueles que sofrerem a condenação eterna; o dano da segunda morte (Mt 25.41; Ap 20.14; 21.8).

  1. Porque não podemos quebrar os mandamentos. Mateus 5:19

Resposta: Com toda certeza temos que seguir os seus mandamentos. Mas… Onde esta aqui neste texto a obrigatoriedade da guarda do sábado em nossos dias?

  1. Porque o homem cuidará em mudar a lei. Daniel 7:25

Resposta: A IASD afirma que o papa mudou o dia da guarda do sábado para domingo.
O texto, quando fala da lei, não se refere ao sábado. Mesmo usando uma interpretação capciosa, os adventistas não podem indicar que o papa tenha, supostamente, feito isso. Na verdade, se o texto provasse que a mudança está relacionada ao sábado, teríamos de concluir que tal mudança ocorreu pela vontade do próprio Deus (Dn 2.20-21). Devemos reconhecer que a lei foi mudada por Cristo (Hb 7.12). Muitas passagens demonstram que Jesus cumpriu toda a lei, findando-a na cruz (Rm 10.4; 2Co 3.6-14; Gl 3.19-25; Cl 2.14-17).

  1. Somos servos de Deus por isso devemos obedecê-Lo. Romanos 6:16

Resposta: Não foi clara tal referência. O texto em questão não tem nada a ver com a obrigatoriedade de guardar o sábado nos nossos dias

  1. Porque se guardamos outro dia não estamos de acordo com Cristo e sim com os homens. Mateus 15:9

Resposta: Não foi clara tal referência. O texto em questão não tem nada a ver com a obrigatoriedade de guardar o sábado nos nossos dias

  1. Se temos certeza quem é Deus porque não segui-Lo? I Reis 18:21

Resposta: Não foi clara tal referência. O texto em questão não tem nada a ver com guardar o sábado. 

  1. Porque as escrituras não podem ser mudadas. Daniel 6:8

Resposta: Não foi clara tal referência. O texto em questão não tem nada a ver com a obrigatoriedade de guardar o sábado nos nossos dias.

  1. Deus é o autor da lei. Êxodo 20:3

Resposta: Não foi clara tal referência. O texto em questão não tem nada a ver com a obrigatoriedade de guardar o sábado nos nossos dias.

  1. Porque o 4º mandamento mostra autoridade do domínio do autor da lei. Êxodo 20:8-11

Resposta: Não foi clara tal referência. O texto em questão não tem nada a ver com a obrigatoriedade de guardar o sábado nos nossos dias.

  1. Serão salvos os que guardam os mandamentos e tem a fé de Jesus. Apocalipse 14:12

Resposta: A IASD diz que este texto trata-se da Igreja Adventista: a igreja remanescente que guarda os mandamentos de Deus, o decálogo. Um pouco presunçoso fazer tal afirmação, visto que não base nenhuma para isso.
Pelo visto, os adventistas se esquecem de uma coisa: não havia somente o sábado semanal obrigatório em Israel, mas, na verdade, um ciclo sabático:

a.) Cada semana um dia de descanso (Lv23.1-3; b.) Sete sábados festivos (lv 23.4-37); c.) Em cada sete anos, um ano de descanso (Lv 25.1 -7); d.) Jubileu – um ano em cada 50 anos (Lv 25.8-17). Todo esse ciclo integrava o antigo concerto que os filhos de Israel deviam obedecer (Êx 31.17,18).
Também integravam o antigo concerto: a.) a circuncisão (Gn 17.9-14; Lv 12.3) e b.) a seguinte exigência: os estrangeiros interessados em participar da páscoa deviam, antes de guardar o sábado, circuncidar-se (Êx 12.48). Será que os adventistas estão cumprindo toda a lei?

  1. Porque Satanás está tentando o povo a não guardar os mandamentos. Apocalipse 12:17

E o dragão irou-se contra a mulher, e foi fazer guerra ao remanescente da sua semente, os que guardam os mandamentos de Deus, e têm o testem unho de Jesus Cristo”.

Resposta: A IASD declara que a mulher referida neste texto é a própria Igreja Adventista e que a sua semente são os seus adeptos, perseguidos por guardarem os mandamentos e possuírem o testemunho de Jesus. E, atrelando-se à referência 19.10, justifica sua interpretação com a figura de Ellen G. White, sua profetisa e autora das literaturas que norteiam sua doutrina. “Segundo acredita, ainda, o título ‘igreja remanescente” que adota deve-se ao fato de que guarda os mandamentos, entre os quais, a observância do sábado, e possui o espírito de profecia personificado em Ellen G. W.

Essa interpretação não é bí­blica. O que o escritor está declarando é que os profetas que anunciaram a vinda do Messias tinham o espírito de profecia quando falavam a respeito desse assunto (1 Pe 1.10,11). Os profetas anunciaram os sofrimentos pelos quais Jesus iria passar e a glória que viria, em seguida, sobre Ele. É justamente isso que lemos em Lucas 24.44,46: “Que convinha que se cumprisse tudo o que de mim estava escrito na lei de Moisés, e nos profetas, e nos Salmos. (…) E disse-lhes: Assim está escrito, e assim convinha que o Cristo padecesse, e ao terceiro dia ressuscitasse dentre os mortos’. Mais claramente. Daniel 7.13,14 fala da glorificação de Cristo em sua segunda vinda: “Eu estava olhando nas minhas visões da noite, e eis que vinha nas nuvens do céu um como o filho do homem; e dirigiu-se ao ancião de dias. e o fizeram chegar até ele. “E foi-lhe dado o domínio, e a honra, e o reino, para que todos os povos, nações e línguas o servissem; o seu domínio é um domínio eterno, que não passará, e o seu reino tal, que não será destruído”. Eis a interpretação da própria Bíblia sobre o verdadeiro sentido do texto em estudo, o que foi reiterado pelo Senhor Jesus em João 5 .39, onde Cristo nos diz que devemos examinar as Escrituras. porque falavam dele e não de Ellen G. White.

  1. Porque o sábado foi feito. Marcos 2:27

Resposta: Veja o tópico 4

  1. Cristo guardou o sábado. João 15:10

Resposta: Não foi clara tal referência. O texto em questão não tem nada a ver com a obrigatoriedade de guardar o sábado nos nossos dias.

  1. Devemos andar como Cristo andou. I João 2:6, 5:3; I Pedro 2:21; João 13:15-17, 15:10

Resposta: Não foi clara tal referência. O texto em questão não tem nada a ver com a obrigatoriedade de guardar o sábado nos nossos dias.

  1. Porque Cristo é o mesmo. Hebreus 13-8

Resposta: Não foi clara tal referência. O texto em questão não tem nada a ver com a obrigatoriedade de guardar o sábado nos nossos dias. 

  1. Serão castigados os que não guardam o sábado. Jeremias 17:27

Resposta: Não foi clara tal referência. O texto em questão não tem nada a ver com a obrigatoriedade de guardar o sábado nos nossos dias.

  1. Deus fica irado quando profanamos o sábado. Neemias 13:17-18

Resposta: Não foi clara tal referência. O texto em questão não tem nada a ver com a obrigatoriedade de guardar o sábado nos nossos dias.

  1. A lei de Deus é verdadeira. Neemias 9:13-14

Resposta: Não foi clara tal referência. O texto em questão não tem nada a ver com a obrigatoriedade de guardar o sábado nos nossos dias.

  1. Bem aventurado é o homem que se guarda de profanar o sábado. Isaías 56:1,2,6,7

Resposta: O texto em análise não se aplica aos gentios, mas aos judeus. Tanto é assim que se fala em casa de Jacó (v. 1) e nação (v. 2). No antigo concerto, Deus, freqüentemente, exortava o povo de Israel quanto aos preceitos vigentes daquela época, os quais abrangiam os 613 mandamentos do livro da lei.

  1. Deus nos envia uma mensagem com relação ao sábado. Isaías 58:13-14

Resposta: Não foi clara tal referência. O texto em questão não tem nada a ver com a obrigatoriedade de guardar o sábado nos nossos dias.

  1. Muitos ensinadores profanam a lei. Ezequiel 22:26

RespostaA acusação não se limita à quebra do sábado por parte dos hebreus, mas aos sacerdotes e a todo o povo. As expressões seguintes mostram a interpretação correta do texto: a) cidade sanguinária (v. 2), que é Jerusalém, e b) príncipes de Israel (v. 6,8). Portanto, o texto em estudo nada tem a ver com os gentios que não estão debaixo da lei de Moisés (Rm 6.14), mas sob a lei de Cristo (Gl 6.2).

  1. Deus está enviando uma mensagem ao mundo para desviar o homem do culto falso para o culto verdadeiro. Apocalipse 14:7-10

Resposta: Não foi clara tal referência. O texto em questão não tem nada a ver com a obrigatoriedade de guardar o sábado nos nossos dias.

  1. Deus apresentou razões para que o povo de Israel guardasse o sábado. Deuteronômio 5:15

Resposta: Não foi clara tal referência. O texto em questão não tem nada a ver com a obrigatoriedade de guardar o sábado nos nossos dias.

  1. A nossa fé em Deus não anula a lei. Romanos 3:31

Resposta: Paulo estava tratando, em todo o capítulo três, dos meios de justificação pela fé e não pela lei. Pergunta o apóstolo: “Onde está logo a jactância? É excluída. Por qual lei? Das obras? Não; mas pela lei da fé. Concluímos, pois. que o homem é justificado pela fé sem as obras da lei” (v. 27,28). Em seguida, conclui: “Anulamos, pois, a lei pela fé? De maneira nenhuma, antes estabelecemos a lei*. Fala, naturalmente, da lei da fé e não das obras da lei. o que é confirmado pelo seguinte texto: “Sabendo que o homem não é justificado pelas obras da lei, mas pela fé em Jesus Cristo, temos também crido em Jesus Cristo, para sermos justificados pela fé em Cristo, e não pelas obras da lei; porquanto pelas obras da lei nenhuma carne será justificada” (Gl 2.16).

  1. Os que amam a lei terão paz. Salmos 119:165

Resposta: Não foi clara tal referência. O texto em questão não tem nada a ver com a obrigatoriedade de guardar o sábado nos nossos dias.

  1. Deus dá uma garantia aos que observam os seus mandamentos. Isaías 48:18

Resposta: Não foi clara tal referência. O texto em questão não tem nada a ver com a obrigatoriedade de guardar o sábado nos nossos dias.

  1. Quem obedece ao Senhor tem bom entendimento. Salmos 111:10

Resposta: Não foi clara tal referência. O texto em questão não tem nada a ver com a obrigatoriedade de guardar o sábado nos nossos dias.

  1. Bem aventurado o homem que tem prazer na lei do Senhor. Salmo 1:1,2; Romanos 7:22

Resposta: Não foi clara tal referência. O texto em questão não tem nada a ver com a obrigatoriedade de guardar o sábado nos nossos dias.

  1. Os mandamentos de Deus não são pesados. I João 5:3

Resposta: Não foi clara tal referência. O texto em questão não tem nada a ver com a obrigatoriedade de guardar o sábado nos nossos dias.

  1. Quem não guarda os mandamentos é mentiroso. I João 2:4

Resposta: O texto em questão não tem nada a ver com a obrigatoriedade de guardar o sábado nos nossos dias. Além do mais, os sabatistas também não guardam os mandamentos como deveriam. Será que eles guardam os Dez mandamentos exatamente como manda a lei? Com toda certeza não. Veja o tópico 63.

  1. Deus considera bem aventurado o que anda no caminho do Senhor. Salmo 119:1

Resposta: Não foi clara tal referência. O texto em questão não tem nada a ver com a obrigatoriedade de guardar o sábado nos nossos dias.

  1. Porque a lei é imutável. João 3:16; I Coríntios 15:3; Eclesiastes 12:13-14

Resposta: Não foi clara tal referência. O texto em questão não tem nada a ver com a obrigatoriedade de guardar o sábado nos nossos dias.

  1. Porque a lei é santa, justa e boa. Romanos 7:12

Resposta: Não foi clara tal referência. O texto em questão não tem nada a ver com a obrigatoriedade de guardar o sábado nos nossos dias.

  1. Porque a guarda da lei é uma prova de amor para com Jesus. João 14:15; 15:10; I João 2:5, 5:2

Resposta: Não foi clara tal referência. O texto em questão não tem nada a ver com a obrigatoriedade de guardar o sábado nos nossos dias.

  1. Porque se guardamos todos e tropeçamos em um só nos tornamos culpado de todos. Tiago 2:10-12.

RespostaA palavra lei significa toda a “lei <= de Moisés”, ou seja, o Pentateuco. Prova disso é que Tiago está reprovando o pecado de “acepção de pessoas”, uma transgressão da lei: “Amarás o teu próximo como a ti mesmo” (Lv 19.18). Esse mandamento faz parte da lei. Inclusive da suposta lei cerimonial, divisão fictícia feita pelos próprios adventistas, uma vez que o livro de Levítico foi escrito por Moisés e colocado ao lado da arca e não dentro dela. O texto em referência menciona apenas dois mandamentos do decálogo e, se dois mandamentos implicam nos dez, também a citação de um mandamento fora do decálogo implica na obriga­ção de guardar toda a lei. A lei da liberdade de que fala o versículo 12 é a lei de Cristo (Gl 6.2), ou seja, é o ensino do próprio Cristo (Jo 12.48; Mt 28.19). Jesus, no entanto, nunca mandou guardar o sábado, antes, concede repouso a todos aqueles que se refugiam nele (Mt 11.30).

  1. Porque o apóstolo Paulo pregava na sinagoga no sábado. Atos 18:4

Resposta: Não foi clara tal referência. O texto em questão não tem nada a ver com a obrigatoriedade de guardar o sábado nos nossos dias.

  1. Porque o sábado hoje é válido. I João 2:7

Resposta: Não foi clara tal referência. O texto em questão não tem nada a ver com a obrigatoriedade de guardar o sábado nos nossos dias. Além do mais, já tratamos deste assunto em tópicos anteriores.

  1. Porque Deus não muda. Malaquias 3:6 

Resposta: Não foi clara tal referência. O texto em questão não tem nada a ver com a obrigatoriedade de guardar o sábado nos nossos dias.

  1. Porque é o sinal de Deus com o seu povo (sinal = selo de Deus, ver Romanos 4:11). Ezequiel 20:12

Resposta: Já nos referimos a este assunto neste documento.

  1. Porque é o sinal dos que terão a vida eterna. Mateus 19:16-19

RespostaÉ notável que, ao conversar com o jovem rico, Jesus não abordou tal teoria. No desenrolar do diálogo, não citou somente o decálogo, mas também outros mandamentos, como, por exemplo, o amor ao próximo (Lv 19.18). E, usando Levítico 19.13, passagem paralela de Marcos 10.19, disse: “não defraudarás”. Se, de fato, somos obrigados a observar o sábado, por que então Jesus não inseriu esse dia ao relacionar os mandamentos que aquele jovem deveria obedecer, para que pudesse alcançar a vida eterna? (V. comentário de Êx 20.8)

  1. Porque o Sábado foi feito por Deus. Êxodo 31:18

Resposta: Não foi clara tal referência. O texto em questão não tem nada a ver com a obrigatoriedade de guardar o sábado nos nossos dias.

  1. Porque Jesus salvará OS OBEDIENTES. Hebreus 5:9

Resposta: Não foi clara tal referência. O texto em questão não tem nada a ver com a obrigatoriedade de guardar o sábado nos nossos dias.

por: JPSantos

———————————————————————————————–

Glossário:

Soares, Ezequias – Manual de Apologética Cristã;
Torres, Ubaldo de Araújo – Igreja de vidro;
ICP – Instituto Cristão de Pesquisa;
González, Justo L –  História Ilustrada do Cristianismo;
Kreeft, Peter – Manual de Defesa da Fé;
Revista Super Interessante, História Secreta da Igreja;
Bíblia de Estudos Aplicação Pessoal;
Bíblia de Estudos Apologética;
Bíblia Thompson;
Bíblia Vida Nova;
Comentário Bíblico Beacon;
A História da Mensagem Adventista;
White, E.G – O Grande Conflito;
Bower’s History of the Popes;
Revista Adventista, janeiro 2002;
Sutilezas do Erro – CPB;
Finley, Estudando Juntos;
Bullón, Alejandro – O Terceiro Milênio;
O Lar Adventista pág. 479;

Enciclopédia de Dificuldades Bíblicas, pág. 125;
Gundry, Robert H. – Panorama do Novo Testamento;
Cumont, Franz – The Mysteries od Mithra;
pt.wikipedia.org

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui